ESAI

No contexto dos programas de mobilidade, através do seu Departamento de Desenvolvimento e Relações Internacionais (DDRI) a ESAI procura expandir a sua rede de parcerias, de forma a que a mobilidade se torne mais apelativa para a comunidade académica.
No âmbito do programa Erasmus, existem mecanismos adequados que incentivam e garantem o reconhecimento dos créditos, competências e experiências da mobilidade.

Além disso, e dentro da filosofia do Programa Erasmus, a ESAI procura desenvolver formas de apoio e instrumentos internas que estabelecem os procedimentos protocolares que facilitam o processo de creditação e reconhecimento de competências a todos os participantes nas mobilidades.

No contexto da cooperação internacional e dos acordos de mobilidade, o intercâmbio de estudantes é estabelecido respeitando as orientações dos vários parceiros académicos, as condições que regem a mobilidade e o reconhecimento mútuo de créditos e competências.

Estudantes da ESAI (Outgoing - Envio de Estudantes):
Os Alunos da ESAI, inscritos no ciclo de estudos de licenciatura (no 2º ano curricular ou posterior) poderão candidatar-se à realização de um período de mobilidade (um semestre ou um ano letivo) para estudos ou para estágio. A ESAI possui parcerias com Instituições, Escolas, Universidades e outras entidades que preveem a mobilidade de estudantes de licenciatura para frequência de disciplinas e a realização de estágios.

Sobre as Candidaturas (Outgoing - Envio de alunos para Estudo/Estágio):
O Aluno deve contactar a Instituição/Organização pretendida e aferir quais os requisitos para a sua aceitação.
Após pesquisar na instituição de destino e as disciplinas/atividades que melhor se coadunam com o seu plano curricular, deve reunir-se com o Diretor de Curso para efeitos de creditação do plano de estudos/estágio.

O Aluno deverá de igual modo informar o DDRI das suas diligências e fornecer os programas das unidades curriculares/atividades que irá efetuar. O DDRI prestará, o apoio administrativo possível e deverá ficar com uma cópia do processo de candidatura do aluno.

É ainda obrigatório proceder, no caso da Mobilidade de Estudos, ao preenchimento do formulário Unidades Curriculares a realizar em Mobilidade para Obtenção de Equivalência.

Neste documento ficará de forma bem explícita a equivalência correspondente a cada UC da ESAI. Ainda que não seja de uma forma linear é fundamental que o número de créditos a efetuar no estrangeiro seja de 30 ou 60 ECTS, consoante a duração do período de estudos. Este documento será assinado pelo Diretor do Curso, sendo vinculativo para todas as partes.
Ao finalizar o período de estudos/estágio no estrangeiro, o Aluno deverá apresentar o Transcript of Records (certificado de notas das disciplinas realizadas - (classificação obtida, respetiva escala e número de créditos ECTS na mobilidade de Estudos) e/ou o Traineeship Certificate (na mobilidade de Estágio), bem como, o Certificado de Estadia.
Estes documentos deverão chegar devidamente assinados e carimbados pela Instituição de acolhimento e deverão ser entregues na ESAI, no DDRI, no prazo de 15 dias após a chegada, que os fará chegar ao Diretor do Curso, que decidirá acerca das equivalências solicitadas